Are Buddhists vegetarians? Most people would say YES, but I say: Not necessarily! In fact, people suppose that Monks are or must be vegeterians, and this is just a partial point of view. The Buddha himself was never a vegetarian, and never said people should be. The reason why the Buddha always ate all kinds of food is very easy: He was a beggar, and beggars do not choose the menu! By the Buddha´s time and even nowadays, in many Buddhist countries, Monks go for alms round (Pindabata), that means, taking a bowl and mindfully walking on the streets, collecting food from laypeople. Of course, the Monk accepts whatever is given to him and could never reject meat.

a Monk´s Bowl - Tigela de MongeA Monk´s Bowl – Uma Tigela de Monge

Nowadays, ONLY Chinese Buddhism Monks follow strictly vegetarianism and, because of  that,  Buddhist devotees from Chinese background believe that every Monk is vegetarian. Actually, there are only five rules that, by Precept, a monk must follow about eating meat, they are: 1) The Monk cannot kill the animal. 2) The Monk cannot eat the meat if the animal was killed specially for him. 3) The Monk cannot be present at the place where the animal is slaughtered.  4) The Monk cannot see the animal being slaughtered. 5) The Monk cannot listen to the crying of the dying animal. Fulfilling these conditions,  a  Monk can eat meat (all kinds of it), without any problem.  So, only by personal decision a Monk follows vegetarianism. Eating meat, respected the above mentioned rules, does not break any Precept. Of course, the same is valid for laypeople that follow Theravada Buddhism.

almsround

Buddhistas são vegetarianos? A maioria das pessoas responderia que SIM, mas eu digo: Não necessariamente! De fato, as pessoas pensam que Monges são ou têm que ser vegetarianos, mas este é apenas um ponto de vista parcial.  O próprio Buddha nunca foi vegetariano nem nunca disse que alguém deva ser. A razão pela qual o Buddha sempre comeu todo tipo de comida, é bastante simples: Ele era um mendigo, e mendigos não escolhem o cardápio! No tempo do Buddha e mesmo hoje em dia,  em muitos países Buddhistas,  os Monges saem para mendigar comida (Pindabáta), o que significa pegar a tigela de alimentos e andar pelas ruas, com atenção plena, recebendo a comida doada pelos devotos Buddhistas. É claro que o Monge aceita tudo que é dado e não pode rejeitar carne.

Atualmente, só os Monges do Buddhismo Chinês seguem estritamente o vegetarianismo e,  por causa disto, os devotos de ascendência chinesa pensam que todo Monge é vegetariano. Na verdade,  há apenas 5 regras que, por Preceito, todo monge tem que seguir. Elas são: 1) O Monge não pode matar o animal para comer. 2) O Monge não pode comer a carne de um animal que foi morto especialmente para ele. 3) O Monge não pode estar presente no local onde o animal está sendo abatido. 4) O Monge não pode ver o animal sendo abatido. 5) O Monge não pode ouvir o grito do animal sendo abatido. Preenchidas estas condições, o Monge pode comer carne (de todo tipo) sem problema algum. Então,  só por decisão pessoal um Monge segue o vegetarianismo. Comer carne, quando respeitadas as condições que mencionei acima, não quebra Preceito algum. É claro que o mesmo é válido para seguidores leigos do Buddhismo Theravada.