A todos, Namastê!

A constante presença de Sua Santidade o XIV Dalai Lama do Buddhismo Tibetano na mídia e a falta de conhecimento geral sobre Buddhismo fazem com que a maioria das pessoas tenha a idéia errada de que o Dalai Lamá é o líder de todos os buddhistas do mundo. Na verdade, ele é apenas a autoridade de algumas das cinco ou seis Escolas Tibetanas hoje existentes.

O fato é que não existe uma única autoridade que represente o Buddhismo Mundial, do mesmo modo que os cristãos também não têm uma única liderança – existem os patriarcas das Igrejas Ortodoxas, o Papa representa somente a Igreja Católica Apostólica Romana, a Rainha da Inglaterra é a líder da Igreja Anglicana etc. No caso do Buddhismo, cada Tradição, seja ela Mahayana ou Theravada, tem sua própria liderança, chamada de SUPREMO PATRIARCA. Assim, temos o Supremo Patriarca do Buddhismo Tailandês, do Buddhismo Cambojano, do Buddhismo do Sri Lanka e assim por diante. Visto que minha Ordenação Monástica foi através da Mahá Sangha (Comunidade Monástica) da Tailândia, falarei nesta matéria sobre o sistema hierárquico do Buddhismo Tailandês.

A Tailândia tem duas Seitas dentro do Buddhismo. Uma se chama Mahá Nikáya, usa mantos cor de laranja e é mais antiga, porém, devido a diversas razões, menos admirada pela população. A segunda, à qual pertenço, se chama THAMAYÚT NIKÁYA (à qual eu pertenço) e é mais respeitada e admirada pela população. Há também uma minoria de templos do Buddhismo MAHAYÁNA, principalmente chineses e vietnamitas, todos discriminados pela população que os chama de modo pejorativo, de “monge chinês”. O Supremo Patriarca da Tailândia é o líder de todas estas formas de Buddhismo, indiscriminadamente.

Existe um grupo de monges da mais alta hierarquia, o chamado Conselho da Sangha, dirigido pelo SANGHA NÁYAKA. Esse Conselho é formado por nove monges anciãos, chamados de PHRA SOMDÊT, que, entre si elegem qual deles será o SUPREMO PATRIARCA (SANGHARÁJA). Antigamente, tal decisão era tomada exclusivamente pelo Rei da Tailândia.

Atualmente, temos na liderança da Mahá Sangha o DÉCIMO NONO SUPREMO PATRIARCA – Sua Santidade Phra Somdêt ÑYANASAMVARA. Nascido na Província de Kanchanaburí, em 4 de outubro de 1913, Sua Santidade o Supremo Patriarca do Buddhismo da Tailândia, que mora e é Abade do WAT (templo) BONNOVIDES, em Bangkok , vem sofrendo sérios problemas de saúde e está cada vez mais ausente e distante da mídia. Aos quase 100 anos, poucas vezes é visto na TV e, da última vez que o vi, em um pronunciamento à nação, sua voz era muito baixa, rouca e quase impossível de se entender seu discurso.

(MONOGRAMA OFICIAL DE SUA SANTIDADE PHRA SOMDÊT ÑYANASAMVARA – O SUPREMO PATRIARCA DO BUDDHISMO DA TAILÂNDIA)

Devido à precariedade do estado de saúde de Sua Santidade, já faz alguns anos que suas funções vêm sendo realizadas pelo Sangharája interino, PHRA SOMDÊT PHUTTACHARN, conhecido como Venerável Monge KIAW, Abade do WAT (templo) SAKÊT, também em Bangkok.

(abaixo, à direita: SUA SANTIDADE, PHRA SOMDÊT ÑYANASAMVARA, O XIX SUPREMO PATRIARCA DO BUDDHISMO DA TAILÂNDIA)

Segundo a Tradição da Mahá Sangha tailandesa, se um Supremo Patriarca pertence à Seita THAMMAYÚT NIKÁYA, seu sucessor tem que pertencer à MAHÁ NIKÁYA e vice-versa. Assim, o Vigésimo Patriarca, sucessor de Sua Santidade Ñyanasamvara terá que ser da Seita MAHÁ NIKÁYA e, ao que tudo indica, será realmente o Venerável KIAW, visto na foto abaixo, com o manto cor de laranja, que caracteriza sua seita.

Fiquem todos em Paz e protegidos!

(nas duas fotos abaixo:PHRA SOMDÊT PHUTTACHARN – VENERÁVEL MONGE KIAW)