“O ÓDIO NÃO PODE SER COMBATIDO COM ÓDIO, APENAS ATRAVÉS DO AMOR ELE CESSA, ESTA É UMA LEI ETERNA!” As palavras, de autoria do Buddha, ecoam através do tempo, por quase 3000 anos e, ainda assim não são ouvidas. Jesus Cristo disse coisas semelhantes e, mesmo arrebanhando no Ocidente muito mais seguidores que o Buddha, ainda assim não é ouvido!

Isto porque as pessoas continuam achando que vão mudar o Mundo, que ele é “bonitinho“, que vale a pena viver nele… Eu até tentei ficar calado. Deixei passar sem comentários quando o lunático invadiou a escola em Realengo, preferi me calar… Claro que estou sabendo que a OTAN está bombardeando a Líbia, mas, também achei melhor continuar calado! Daí, ontem de manhã surgiram os comentários, algo eufóricos, da morte de Osamá Bin Laden. Com reserva e desconfiança, preferi recorrer aos jornais online antes de dizer qualquer coisa… Confirmada a notícia, achei melhor me calar e refletir sobre o acontecido.

Houve gente que, feliz e sorridente acrescentou que, além de terem matado o Bin Laden, também deveriam ter aproveitado a vinda do Obama ao Brasil para acertarem um tiro na cabeça dele. Vêem? O Mundo é o Mundo, nada além disso… Continuam prevalecendo a barbárie, a vingança, o ódio destilado através dos anos, a incoerência, a insanidade… Ontem, quando – lamentando – assisti um Jornal Nacional ainda mais sensacionalista que de costume, “edição especial”, na qual apelaram para as emoções dos telespectadores, mostrando imagens de 2001, quase desliguei a TV, mas preferi aguardar até onde ia o grau de apelação.

Mais patético foi o comentário do Presidente do Perú, ao afirmar que o assassinato do Líder da Al-Qaeda foi o “primeiro milagre do recém beatificado Papa João Paulo II”. Como alguém pode dizer tamanha tolice diante de um Mundo totalmente globalizado?? 

As nações ditas “desenvolvidas”, continuam gerenciando o resto do Mundo de acordo com seus interesses, do mesmo modo que Roma, no passado, dominou todas as outras nações, tolhendo liberdades, recolhendo impostos, saqueando e pilhando em benefício próprio… Continuam invadindo, derrubando governos, ocupando territórios com seus exércitos poderosos… Nas ruas, os povos continuam celebrando, ingerindo álcool e agitando bandeiras, comemorando mais uma pilhagem, mais um assassinato de um líder inimigo… Não é assim que agiam no “tempo da barbárie” da Era das Trevas, na Idade Média? Então, o que mudou no Mundo? Em que evoluímos? Na tecnologia? Nossas máquinas estão cheias de vírus destruidores, ainda temos câncer e não somos capazes de esfriar usinas nucleares que nos ameaçam, tanto quanto a peste bubônica assombrou a Europa no passado… Meus caros, o Mundo é apenas o Mundo!

Não pensem que estou aqui defendendo o terrorismo da organização de Bin Laden. Claro que não! Mas, já é mais que tempo das pessoas pararem de ver nosso planeta como se fosse um filme de BANDIDO X MOÇINHO! Antes achávamos que os russos comiam carne de criança no café da manhã… Os filmes de Hollywood nos convenceram de que todo vietnamita era mau! Agora, vivemos numa época em que todo muçulmano é terrorista e deve ser morto, para o bem estar do Mundo… Enquanto nutrirmos nossa mente dualista, enquanto pensarmos sempre de acordo com nosso padrão convencional e, obviamente, distorcido, não seremos capazes de ver o Mundo como ele é: um lugar doentio do qual devemos nos esforçar para sair e NUNCA MAIS renascer nele! Se não for assim, continuaremos desenterrando caixões de defuntos para beatificar quem já está livre das coisas do mundo, continuaremos dançando nas ruas para celebrar o ódio, continuaremos guardando rancores através dos anos, achando que a Justiça verdadeira é feita com as próprias mãos e continuaremos aplaudindo quando um político com objetivos eleitoreiros diz em público que, toda vez que matamos um terrorista, “O Mundo se tornou um lugar melhor para se viver!” – Sorry, Mr. Obama… You´re completely wrong!

Fiquem todos em Paz e protegidos!

सुनन्थो भिक्षु