२५५४ ०७ १६ Shanibár 2554-07-16

A todos, Namaste!

erta vez, o Buddha estava perto de uma aldeia, acampado com um grande número de discípulos ainda não Iluminados. Ocorreu que se iniciou uma grande discussão sobre os Ensinamentos e, em vez de recorrerem diretamente ao Mestre, aproveitando a oportunidade de ouvirem o Dharma diretamente dele, os monges começaram a discutir, cada um apegado ao próprio ponto de vista e um grande falatório se formou.

Como ninguém era capaz de ceder nem procuraram o Buddha, o Mestre decidiu se afastar e se isolou na floresta, procurando o silêncio e a calma, em vez da confusão. Diz  a Tradição que, durante o período em que passou sozinho no meio da mata, um elefante e um macaco vieram servi-lo. O elefante alimentou o Buddha trazendo raízes e plantas rasteiras, enquanto que o macaco ofereceu ao Metre frutas e favos de mel. Por causa desta estória, é comum ver nos templos asiáticos imagens do Buddha acompanhado destes dois animais.

Após um tempo, notando a ausência do Buddha, os discípulos foram procurá-lo e pediram perdão pela discórdia que causaram dentro da Comunidade Monástica.

Fiquem todos em Paz e protegidos!

सुनन्थो भिक्षु

Vantê SUNANTHÔ BHIKSHÚ