२५५४ ०८ १० Budhabár 2554-08-10

A todos, Jwajalapá!

esmo nos países onde o Buddhismo é predominante, muita gente se esquece dos Dias de Upôssatha, que devem ser observados no dia da noite da Lua Nova e da Lua Cheia. Nesses dias, buddhistas leigos (seguidores do Buddhismo que não seguem a vida monástica) devem observar Oito Preceitos em vez dos Cinco Preceitos que são dever de todo leigo seguir constantemente.
Com isto, nesses dias especiais, que ocorrem a cada quinze dias, acompanhando as fases da Lua, todo praticante do Buddhismo enfatiza sua prática de Purificação Mental e renova sua confiança nos Ensinamentos deixados a nós como herança pelo Buddha.
No Sutra a seguir, o Mestre nos explica os benefícios da observância dos dias de Upôssatha.

UPÔSSATHA SUTRA
(O Sutra da Intensificação da Prática dos Preceitos)
Traduzido do Inglês em linguagem simples
pelo Vantê SUNANTHÔ BHIKSHÚ

Assim me foi transmitido oralmente. Certa ocasião, o Bhagaván estava passando um tempo em Jetavaná, no Monastério doado pelo milionário Anathapindíka, perto de Shrávastthi. Naquele tempo o Bhagaván reuniu os Bhikshús e dirigiu-se a eles assim: – “Bhikshús!”
– “Vantê!” – Responderam os Bhikshús, preparando-se para ouvir um Dessaná (Ensinamento).
O Bhagaván então, deu o seguinte Dessaná, a respeito do Dia de Upôssatha:

“Bhikshús, o Upôssatha é composto de Oito Fatores que o discípulo Áriyan (que cultiva a nobreza das virtudes) observa. A observância deles traz frutos benéficos, gloriosos e radiantes. Bhikshús, qual o Upôssatha que, quando observado traz frutos benéficos, gloriosos e radiantes?

1. “Bhikshús, os discípulos Áriyan seguidores deste Treinamento de Puriificação Mental, refletem do seguinte modo:

“Todos os seres já iluminados em vida, enquanto a vida deles durar, abriram mão de tirar intencionalmente a vida de qualquer ser vivo. A clava e a espada foram jogadas fora. Eles sentem vergonha de praticar o mal e têm compaixão por todos os seres vivos.”

“Todos vocês, Bhikshús, já abriram mão de tirar intencionalmente a vida de outros seres, já jogaram fora suas armas, têm vergonha de praticar o mal e sentem compaixão por todos os seres vivos. Por estas razões, noite e dia serão reconhecidos como seguidores dos já Iluminados e, portanto, observarão as regras do Upôssatha. Este é o primeiro dos oito fatores do Upôssatha.”

2. “Bhikshús, os discípulos Áriyan seguidores deste Treinamento de Puriificação Mental, refletem do seguinte modo:

“Todos os seres já iluminados em vida, enquanto a vida deles durar, abriram mão de pegarem para si o que não lhes foi dado pelo legítimo dono. Eles não são ladrões. Não pegam nada que não lhes pertença. O comportamento deles é irrepreensível.”

“Todos vocês, Bhikshús, já abriram mão de pegarem para si o que não lhes foi dado pelo legítimo dono, não são ladrões. Não pegam nada que não lhes pertença. . O comportamento de vocês é irrepreensível.”
Por estas razões, noite e dia serão reconhecidos como seguidores dos já Iluminados e, portanto, observarão as regras do Upôssatha. Este é o segundo dos oito fatores do Upôssatha.”

3. “Bhikshús, os discípulos Áriyan seguidores deste Treinamento de Puriificação Mental, refletem do seguinte modo:

“Todos os seres já iluminados em vida, enquanto a vida deles durar, abriram mão daquilo que é um obstáculo para a vida de quem quer ser como Brahmál (de quem quer ter a vida pura como a do deus Brahmá). A prática de Purificação Mental deles é como a do deus Brahmá. Eles não são desleais às pessoas com as quais assumiram o compromisso de uma vida sexual somente a dois, que é própria para seguidores leigos.”

“Todos vocês, Bhikshús, já abriram mão do obstáculo que é a vida com relações sexuais. A vida de vocês se mantém afastada das relações sexuais, (neste caso o Buddha se refere somente aos monges, já que leigos buddhistas podem ter relações sexuais.). Por estas razões, noite e dia serão reconhecidos como seguidores dos já Iluminados e, portanto, observarão as regras do Upôssatha. Este é o terceiro dos oito fatores do Upôssatha.”

4.”Bhikshús, os discípulos Áriyan seguidores deste Treinamento de Puriificação Mental, refletem do seguinte modo:

“Todos os seres já iluminados em vida, enquanto a vida deles durar, abriram mão de falar mentiras. Eles somente falam a verdade e têm a intenção de não faltar com a verdade. A fala deles é firme e coberta de razão. A fala deles não vacila e não ilude as pessoas. Não usam de linguagem vulgar, nem suja e não usam de agressividade e ofensas quando falam..”

“Todos vocês, Bhikshús, já abriram mão de falar mentiras. Somente falam a verdade e têm a intenção de não faltar com a verdade. A fala de vocês é firme e coberta de razão. A fala de vocês não vacila e não ilude as pessoas. Não usam de linguagem vulgar, nem suja e não usam de agressividade e ofensas quando falam..” Por estas razões, noite e dia serão reconhecidos como seguidores dos já Iluminados e, portanto, observarão as regras do Upôssatha. Este é o quarto dos oito fatores do Upôssatha.”

5. “Bhikshús, os discípulos Áriyan seguidores deste Treinamento de Puriificação Mental, refletem do seguinte modo:

“Todos os seres já iluminados em vida, enquanto a vida deles durar, abriram mão de consumir bebidas alcóolicas, intoxicantes, alucinógenos drogas e quaisquer substâncias que alterem o estado puro e natural da mente.

“Todos vocês, Bhikshús, já abriram mão de consumir bebidas alcóolicas, intoxicantes, alucinógenos drogas e quaisquer substâncias que alterem o estado puro e natural da mente. Por estas razões, noite e dia serão reconhecidos como seguidores dos já Iluminados e, portanto, observarão as regras do Upôssatha. Este é o quinto dos oito fatores do Upôssatha.”

6. “Bhikshús, os discípulos Áriyan seguidores deste Treinamento de Puriificação Mental, refletem do seguinte modo:

“Todos os seres já iluminados em vida, enquanto a vida deles durar, abriram mão de fazer refeições pesadas à noite, causando sonolência que atrapalhe a prática da Atenção Plena. (aqui o texto foi adaptado ao Preceito pelas Tradições Mahayana e pelo Buddhismo Theravada Brasileiro. O texto original proibe qualquer alimento sólido após o meio-dia)
“Todos vocês comem apenas uma vez e não compartilham de refeições à noite. Se abstêm de comer no “horário errado”. Por estas razões, noite e dia serão reconhecidos como seguidores dos já Iluminados e, portanto, observarão as regras do Upôssatha. Este é o sexto dos oito fatores do Upôssatha.”

7. “Bhikshús, os discípulos Áriyan seguidores deste Treinamento de Puriificação Mental, refletem do seguinte modo:

“Todos os seres já iluminados em vida, enquanto a vida deles durar, abriram mão de ‘cantar e dançar, tocar instrumentos musicais e assistir espetáculos que iludem a mente e inibem a Atenção Plena para o que é realmente puro. Eles não se cobrem com enfeites, nem flores nem se banham com perfumes. (mais uma vez, aqui o Buddha se refere aos monges. No caso dos leigos, a observância a este Preceito só se limita aos dias de Upôssatha.)

“Todos vocês, Bhikshús, já abriram mão de cantar e dançar, tocar instrumentos musicais e assistir espetáculos que iludem a mente e inibem a Atenção Plena para o que é realmente puro. Não se cobrem com enfeites, nem flores nem se banham com perfumes.Por estas razões, noite e dia serão reconhecidos como seguidores dos já Iluminados e, portanto, observarão as regras do Upôssatha. Este é o sétimo dos oito fatores do Upôssatha.”

8. “Bhikshús, os discípulos Áriyan seguidores deste Treinamento de Puriificação Mental, refletem do seguinte modo:

“Todos os seres já iluminados em vida, enquanto a vida deles durar, abriram mão de se sentar e deitar em assentos e camas altos e confortáveis. .’ Eles se contentam com camas e assentos baixos ou feitos apenas de palha.”

“Todos vocês, Bhikshús, já abriram mão de se sentar e deitar em assentos e camas altos e confortáveis. .’ Se contentam com camas e assentos baixos ou feitos apenas de palha.” (para os leigos, também este Preceito é seguido somente nos dias de Upôssatha e para nós monges, o tempo todo.) Por estas razões, noite e dia serão reconhecidos como seguidores dos já Iluminados e, portanto, observarão as regras do Upôssatha. Este é o oitavo e último dos oito fatores do Upôssatha.”

“Bhikshús, o Upôssatha é composto destes Oito Fatores que o discípulo Áriyan (que cultiva a nobreza das virtudes) observa. A observância deles traz frutos benéficos, gloriosos e radiantes.”

Assim falou o Bhagaván sobre os dias de Upôssatha. Os Bhikshús ficaram maravilhados e se alegraram com as palavras do Bhagaván!

A SEGUIR, PARA ORIENTAÇÃO DOS INTERESSADOS EM OBSERVAR OS DIAS DE UPÔSSATHA, SEGUEM 

OS DIAS DE LUA CHEIA E LUA NOVA ATÉ O FINAL DESTE ANO DE 2554/2011

AGOSTO – CHEIA 13 NOVA 29
SETEMBRO – CHEIA 12 NOVA 27
OUTUBRO – CHEIA 12 NOVA 26
NOVEMBRO – CHEIA 10 NOVA 25
DEZEMBRO – CHEIA 10 NOVA 24