२५५४ ०८ १८ Bihibár 2554-08-18
A todos, Namaste!

a Tradição Theravada, um monge é convidado a constantemente refletir sobre quem é, o que é e qual sua missão e opção de vida neste mundo. Assim, as Quatro Reflexões a seguir devem ser mantidas em mente, evitando que nós monges nos percamos e nos deixemos levar pelo apego aos prazeres do Samsara.

पच्चवेक्खणा
(Patchtchavekkhañá)
As Quatro Reflexões de Um Monge

– Refletindo com Sabedoria, tenho usado meu manto apenas para me proteger do frio e do calor, dos insetos nocivos, mosquitos, do vento e do sol, das cobras e, para cobrir constantemente das partes do meu corpo que não devem estar expostas?

– Refletindo com Sabedoria, tenho feito refeições não pelo sabor da comida, nem para me envaidecer da força física que ela proporciona, nem para meu embelezamento físico, mas meramente para a manutenção deste corpo, para acalmar a fome, para permitir a prática do Cultivo Mental, para resistir à sensação desagradável da fome e evitar a dor causada pelo excesso de comida ingerida, fazendo com que minha vida seja livre das más ações e livre do desconforto?

– Refletindo com Sabedoria, tenho usado a moradia apenas para me proteger do frio e do calor, dos insetos nocivos e mosquitos, do vento e do sol, das cobras e também como constante proteção contra os rigores do clima e a fim de perceber as vantagens do isolamento, que desenvolve a concentração mental?

– Refletindo com Sabedoria, tenho usado remédios apenas como ajuda para eliminar as dores físicas que surgem e para manter o importante estado de saúde, livre de doenças?