२५५४ ०८ २३ Mangalbár 2554-08-23

A todos, Jwajalapá!

ma expressão típica do Buddhismo Theravada que os praticantes desta Tradição devem passar a conhecer é SÁDHU. Normalmente se diz TRÊS VEZES: “Sádhu! Sádhu! Sádhu!”.

Muitas vezes comparada ou traduzida como “Amém!” das religiões cristãs, o “Sádhu!” tem a seguinte tradução: “Eu entendo como sendo bom para mim e aceito isto!” Assim, toda vez que algo bom acontece, ou recebemos uma boa notícia, alguém faz uma doação ou qualquer situação de alegria para a Comunidade Buddhista, dizemos Sádhu três vezes.

Também dizemos Sádhu quando passamos as oferendas, de uma pessoa para outra, até que todos os objetos cheguem ao altar do Buddha. Portanto, velas, flores, água, incenso e tudo aquilo que oferecemos no Púja passa de mão em mão e cada pessoa diz: “Sádhu! Sádhu! Sádhu!”

Uma expressão complementar é “ANUMODANÁI!” Ela significa “Eu agradeço!” Portanto, podemos combinar as duas expressões: “Sádhu! Sádhu! Sádhu! Anumodanái!” O uso destas expressões é uma demonstração de conhecimento das práticas Theravada e, certamente, elas são ouvidas onde quer que haja uma Sangha desta que é a mais antiga forma de Buddhismo existente!

Fiquem todos em Paz e protegidos!

सुनन्थो भिक्षु

Vantê SUNANTHÔ BHIKSHÚ