MENSAGEM AOS MORADORES DE “SÃO CHICO”

E CIDADES VIZINHAS

A todos, Namastê!

Como já deve ser do conhecimento da maioria de vocês, sou um Monge Buddhista, original do Rio de Janeiro e estou morando em “São Chico” onde decidi construir um Templo (Vihara) para divulgar a mensagem do Buddha e ser útil à cidade, através de ação social, dentro das necessidades locais.

Sigo a Tradição Theravada – a mais antiga e original de todas as formas de Buddhismo, diferente, portanto, da praticada no Templo Tibetano de Três Coroas. Sou monge há sete anos e praticante do Buddhismo desde 1996.

Na Tradição Original, a Lua Cheia do quinto mês do Calendário Lunar Buddhista (aqui adaptado para o mês de Maio), celebra o nascimento, iluminação e morte do Buddha Shákya Muni (ex-Príncipe Siddhartth Gáutam) e a data, há alguns anos, foi declarada pela ONU (Organização das Nações Unidas) como Feriado Universal, ou seja, deveria ser respeitada em todos os países do mundo. O feriado já é aceito em várias nações, até mesmo em países muçulmanos onde o Buddhismo também é praticado, mas, no Brasil, infelizmente o VESSAK (nome do feriado) permanece quase desconhecido.

Eu, que sou monge, tenho por obrigação transmitir às pessoas os Ensinamentos do Buddha e tentar implantar no Brasil e, principalmente em “São Chico”, uma cultura buddhista, de acordo com os padrões existentes em toda parte do mundo. Assim, gostaria muito de comemorar nesta cidade o Feriado de Vessak, com um Ritual (Púja) especial para a ocasião, não somente para buddhistas, mas aberto a todos os que desejarem homenagear e prestar respeito e gratidão à memória de um homem que, durante 45 dos oitenta anos de sua vida, se dedicou, dia e noite, a nos ensinar valores incontestavelmente importantes para a Humanidade. Tradicionalmente, TODO ritual buddhista é inteiramente GRATUITO, ficando a cargo da consciência de cada um fazer doações de alimentos e/ou financeiras de qualquer valor, para manutenção de minha missão na cidade.

Assim, antes que eu me mobilize em vão, para pedir apoio à Prefeitura e fazer preparativos, venho perguntar aos moradores de “São Chico” se há interesse em participar ou não. Fico muito grato aos que puderem se mobilizar na divulgação desta mensagem para que todos possam entrar em contato se opinando. Todo e qualquer comentário construtivo é muito bem vindo e, desde já, agradeço!

Fiquem todos em Paz e protegidos!

भन्थो सुनन्थो भिक्षु

Vantê SUNANTHÔ BHIKSHÚ