A todos, नमस्ते!

eralmente, quando se fala em generosidade, as pessoas logo associam a doar algo material. Se um religioso ou monge buddhista toca neste tema, aí mesmo é que as pessoas pensam: “Hmmm… Vai me pedir dinheiro!”

Generosidade é uma virtude ao alcance de todos. Mesmo a mais pobre das criaturas é capaz de ser generosa e: deveria ser! Alguém generoso, não necessariamente precisa dar dinheiro, porque há vários tipos de generosidade e tenho certeza de que você, lendo esta matéria, vai se enquadrar em diversas delas.

Se alguém está andando na rua. Alguém que você já viu diversas vezes, sabe onde mora e está indo na mesma direção que você, mas com as mãos carregadas de sacolas, enquanto que suas mãos estão vazias… É uma boa oportunidade de ser generoso e se oferecer para carregar, uma sacola ao menos! Durante o percurso, aproveite a oportunidade para conhecer melhor a pessoa a quem está ajudando… Sorria, seja cortez – é grátis!!!

A mesma situação pode acontecer se você estiver de carro e vir a pessoa caminhando com as tais sacolas. Aqui em “São Chico”, as pessoas têm o hábito de passar de carro e buzinar, cumprimentando. Poucas são as que param e oferecem carona, mesmo indo na mesma direção do caminhante… Reduzir um pouquinho e, ao menos oferecer ajuda, já é um ato de generosidade – e não leva nem cinco minutos!!!

Alguém que fez um exame difícil, para um emprego. Alguém que está doente e faltou ao trabalho ou à escola… Não é tão difícil assim ligar para a pessoa e perguntar: “Tudo bem? Estou ligando só para saber como foi seu exame.” Ou “Estou ligando só para saber por que não apareceu hoje… Está tudo bem contigo?” Muitas vezes, esta ligação tão simples, é tudo o que a pessoa mais precisava para se sentir melhor!

O Buddhismo nos ensina que somos todos interdependentes. Tudo o que existe na Natureza, está interligado e, toda vez que praticamos atos bons e puros, chamados de BOM KARMA, produzimos uma energia positiva e boa que permeia todos os seres à nossa volta. É como se o mundo fosse um imenso aquário, onde vivem todos os tipos de peixe e vida aquática. Se jogarmos água limpa e fresca, ela se misturará à água onde os peixes estão nadando e todos se beneficiarão. Porém, se jogarmos tinta escura ou alguma substância tóxica, isto causará igual sofrimento a todos, porque estão todos no mesmo ambiente.

Praticar boas ações, ser gentil, responder a um cumprimento na rua, dar atenção a quem nos procura ou nos faz uma pergunta… Isso não depende de religião ou crença! Não custa dinheiro, não tira pedaço, não atrapalha a rotina de ninguém – muito pelo contrário! Praticar a gentileza, a cortesia, a tolerância, tudo isso são maneiras de ser generoso e, volto a dizer: é grátis!!

Quando agimos desta forma, melhoramos a nós mesmos e às pessoas em torno de nós. A longo prazo, estamos melhorando a cidade, o estado, o país, O MUNDO. Não devemos esperar que a outra pessoa tome a iniciativa, nem desanimar se nosso ato de generosidade não for correspondido ou for mal interpretado! Se continuarmos tentando, com persistência, conseguiremos. Atitudes puras e sem segundas intenções, cedo ou tarde alcançam o sucesso. O segredo é nunca desistir!

Fiquem todos em Paz e protegidos!

भन्ते सुनन्थो भिक्षु

Vantê SUNANTHÔ BHIKSHÚ

TODO TIPO DE DOAÇÃO é sempre muito bem-vindo e necessário. Qualquer pessoa pode exercitar a prática da virtude da generosidade, doando alimentos, produtos de limpeza e higiene pessoal etc.

Doações financeiras, de qualquer valor, podem ser feitas através do sistema PAYPAL deste Blog, ou depósito bancário:

BANCO BRADESCO
(SÃO FRANCISCO DE PAULA – RS)
AGÊNCIA: 0932 6
CONTA POUPANÇA: 1001036-5
VIA 01
TIPO 00